As varizes, ou veias varicosas como também são conhecidas, são veias dilatadas, com volume aumentado e que se tornam tortuosas e alongadas com o decorrer do tempo. As veias mais acometidas pela doença varicosa são as dos membros inferiores: nos pés, pernas e coxas. Já as microvarizes, ou telangiectasias, são varizes intradérmicas, superficiais e, por esse motivo, adquirem uma coloração mais avermelhada ou arroxeada. As varizes são mais comuns em mulheres do que em homens.

As veias carregam sangue dos tecidos do corpo ao coração. Possuem válvulas que ajudam o sangue a fluir, quando essas válvulas não funcionam corretamente, o sangue retorna e forma poças nas veias. Fazendo com que as veias inchem, formando as varizes. Geralmente, não causam problemas médicos. Porém, podem requerer tratamento para dor, problemas de pele, coágulos sanguíneos ou outras complicações.

Existe uma classificação para as varizes, com variação do C1 ao C6. Os vasinhos menores são considerados do tipo C1. As varizes de grosso calibre ou até mesmo feridas, provocadas por distúrbios venosos, estão entre as classificações C2 e C6.

Sintomas

A maior queixa apresentada por pessoas que buscam ajuda médica é o estético, já que as veias ficam dilatadas, tortuosas e visíveis. Mas, as varizes apresentam uma série de problemas, entre os sintomas mais frequentes: dor, cansaço e sensação de peso nas pernas. Entretanto, em alguns casos pacientes notam ardência, inchaço, câimbras e dormência. Estes problemas ficam acentuados no final do dia, em dias de temperatura elevada.

cirurgia-de-varizes

Diagnóstico

Para realizar o diagnóstico das varizes em uma simples inspeção visual, no exame físico, o médico consegue detectar o problema. O especialista realiza também algumas manobras, que identificam quais veias estão comprometidas e se as suas safenas estão normais.

O mapeamento de todos os segmentos varicosos pode ser feito também com a ajuda da ultra-sonografia venosa realizada com o Doppler. O Doppler pode também auxiliar na busca de trombos venosos e de alterações no fluxo do sangue venoso.

Nos casos mais avançados ou em que há necessidade de avaliação mais acurada o seu médico poderá solicitar exames mais sofisticados, como o Ecodoppler venoso (ecografia que avalia o fluxo venoso superficial e profundo)

Tratamento

O tratamento de micro-varizes é realizado por meio da escleroterapia, isto é, a secagem das varizes. Já no caso de varizes maiores pode ser indicado um procedimento cirúrgico. É importante a realização de cuidados no seu dia-a-dia, como exemplo, fazer exercícios para as pernas, usar meias de compressão e evitar ficar em pé ou sentadas durante muito tempo.